Níveis de Evidência Científica

 

Níveis de Evidência Científica

Olá, hoje vamos conversar sobre Níveis de Evidência Científica. Você pode estar se perguntando o que vem a ser esta terminologia?

Quando falamos de evidência científica, estamos falando de estudos feitos pelas mentes mais brilhantes e pelas universidades mais renomadas do mundo. E mais especificamente são estudos baseados em diversos artigos científicos de forma randomizada.

Quero conversar com você que sofre com a Diabetes. Hoje o grande problema do diabético é exatamente a alimentação errada. Não adianta você tomar remédios e se alimentar de forma errada.

Alimentos diet e light, jogue-os fora!

A alimentação ideal para o diabético é de baixo carboidrato, ou seja, retira-se ou diminui-se muito a quantidade de pães, de massas, de bolos, de barras de cereais, entre outros. Resumindo, alimentos à base de trigo, à base de amido também, como por exemplo, as batatas fritas industrializadas. Sem contar os alimentos congelados, tais como: lasanhas congeladas industrializadas. Enfim, alimentos que contenham um alto índice glicêmico e muito carboidrato que eleva muito a insulina e a glicose no sangue, inflamando o seu corpo e gerando uma série de complicações.

Nutricionistas e médicos desatualizados

O que me deixa muito chateado é que esses alimentos são passados pela maioria dos nutricionistas que está completamente desatualizada. No Brasil, a abordagem para diabéticos, tanto da nutrição quanto da medicina está ultrapassada porque eles passam medicamento e ao mesmo tempo passam também uma alimentação com muito carboidratos.

Vários estudos mostram que uma alimentação com menos carboidrato, ou seja, à base de proteínas com alto valor biológico e de gorduras saudáveis, tais como: ovo, abacate e óleo de coco são os que irão manter o nível de glicose baixo e ainda melhorar a sua diabetes.

Um ótimo exemplo é a Suécia que já adota este tipo de alimentação com muito sucesso além dos estudos de renomadas universidades como Harvard, universidade da Califórnia, John Hopkins e muitas outras que nos mostram que este tipo de alimentação deve ser utilizado por quem é diabético.

 

Espalhe saúde! Compartilhe!

Você pode gostar...